terça-feira, 28 de julho de 2015

Real x Irreal

Quisera nunca conhecer-te no seu mundo real...

No meu mundo irreal, posso  voar afinal.
E desenhar tua  imagem ... E dizer de seus modos...
Provar do seu beijo, sem tocar-te em poros e sangues...

No Real , saberia seus cercos, suas moradas, suas saídas e entradas...
Seus medos e segredos...
Seus erros,  acertos, mentiras trocadas, a face enlatada,  marcada  de ser ou não ser...

Hoje vives em acordes e canções...
Loucas imagens,  sensações, linhas, textos e elocubrações,
declarações,  interpretações.
Vivendo sob lençóis,  sem medo de ações,
reações...
Tens o cheiro que escolho...
O gosto que desejo...
O saber que eu invento
No momento
Sem medo de ser...
Um momento

No irreal es sonho,  desejo, pureza, amor, carinho, delicadeza,beleza.... Beleza?

No real,  és sonho do outro... desejo inibido... fome, sede,  duplicidade... Cidade.