quarta-feira, 26 de agosto de 2015

E o que fazer com tanto sentimento que mora dentro de um peito com um coração vazio? Sem móveis pra sentar, sem cama pra dormir...
O que fazer com tanta coisa que não sei onde eu enfio?? 
Tanto mar, tanto par , tanto cheiro pra cheirar, tanto gosto pra gozar, tanto jeito de amar, de gostar, de olhar...

Tanta vida pra viver
Tanta flor pra tocar
Tanta cor pra sonhar, desvendar
Tanto som pra viajar

Tanto beijo, pra beijar, tanto sonho pra sonhar, tanta vida pra contar e contar e contar

Quanta memória pra escrever, descrever, inventar, tanta coisa pra falar...

E me calo...
Pois você não quer ouvir...
O mundo não quer trocar...
Deixa de ser de ontem e ser de já...
Deixar de ser do outro , e ser de cá...
Ligar, deixar, falar, ouvir , sentir, sorrir...
Soltar, sem medo de voltar
Voltar sem medo gostar
Gostar sem medo de amar
Amar sem medo de parar
Parar sem medo de culpar

Culpar com medo de marcar
Marcar com medo de tatuar

Voar sem medo de cair
Cair e saber levantar
Sorrir e saber chorar
Chorar e saber secar

Falar sem saber mentir
Mentir sem saber olhar

Falar e não querer escutar
Escutar ... E não querer entender...
Entender, e não querer anotar
Anotar e não querer ler
Se calar e não querer ver
Esgotar e não mostrar
Transbordar e não ter medo

Ser , querer viver e gostar